sábado, 19 de Janeiro de 2013

Movimentos voluntários e involuntários


                                                               Voluntários:

  Os movimentos voluntários, são do tipo de movimentos que depende da nossa vontade, há intenção, desejo ou necessidade de que ocorra esse movimento.
                  Por exemplo:  movimentar-mos uma mão; um braço; uma perna; ou simplesmente dar um abraço;
Nos movimentos voluntários os centros de resposta situam-se no encéfalo.


Involuntários:

                                 

Os movimentos do nosso corpo são controlados pelo cérebro, sendo assim, quando tal não acontece, dá-se o nome de movimentos involuntários, são movimentos que não dependem da nossa vontade e geralmente só depois de executado é que tomamos conhecimento dele.
Por exemplo:  o batimento cardíaco; a respiração; o piscar dos olhos;

Nos movimentos involuntários, o centro de resposta pode ter origem no encéfalo ou na espinal medula.
                                                              
              Alguns exemplos de actos involuntários:

Travar um carro bruscamente numa situação de emergência é um exemplo de acto involuntário;



A amamentação de um bebé é um acto involuntário inato do ser humano;